quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Curiosidades da música


CURIOSIDADE 1

Improvisação na Estação de Trem em Paris


A empresa ferroviária francesa SNCF colocou um piano em uma das suas estações de trem em Paris, para que os passageiros pudessem tocar e se divertir enquanto aguardassem o embarque. É a campanha conhecida como 'A vous de jouer' (É a sua vez). 


Certo dia, na Gare d'Austerlitz, usando uma camiseta do FC Barcelona, Gerard Pla Daró sentou-se ao piano para aproveitar a chance do passa-tempo, tocando tranquilamente Una Mattina de Ludovico Einaudi. A melodia chamou a atenção de todos aqueles que estavam por ali. Foi então que outro pianista que passava parou para escutá-lo. Era o jovem argelino Nassim Zaouche. De repente, o argelino resolveu entrar na brincadeira usando o mesmo piano. Então, os dois fizeram uma improvisação que encantou a todos e foi gravada por celular. A música fluía tão bem, que até nos parece que ambos se conheciam. No entanto, conheceram-se ali.

A sincronização foi espetacular. Os dois músicos apenas se olharam enquanto tocavam, gerando um clima emocionante na estação. Terminada a música, os dois pianistas se cumprimentaram e cada um seguiu seu destino. 

O vídeo acabou no Youtube, onde já alcançou 11.753.213 visualizações desde 14 de janeiro de 2016 até este momento.


Veja o vídeo:





CURIOSIDADE 2

O THÉRÉMINE

O  thérémine é um dos mais antigos instrumentos de  música eletrônica, inventado em 1919 pelo russo Lev Sergueïevitch Termen (conhecido sob o nome de Léon Theremine). Composto por uma caixa eletrônica equipada com duas antenas, o instrumento tem a particularidade de produzir musica sem ser tocado pelo instrumentista.

Ouça, de Ennio Morricone, Once Upon a Time in the West:

====

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

MARY MONTEIRO QUITES

Esta página é dedicada a

MARY MONTEIRO QUITES

Músicas de minha autoria
Download mp3 grátis

1. Pódio
Na voz de Maria Tereza Leopardi e arranjo de Neto Fernandes

Minha mãe faleceu em 2004, aos 87 anos de idade. Meses antes, ela fizera um poema de despedida! 

Embora já tivesse dificuldades para escrever, inclusive para se expressar, mesmo assim, Mary escreveu e me entregou a primeira versão de seu poema assim (depois ela o modificou várias vezes):
Primeira versão do poema de Mary Monteiro Quites, minha mãe, 
com a inteligência e a caligrafia dos seus 87 anos!
Nota: "Shade!" (ela escreveu assim no 6° verso). "Schade" significa "que pena!" em alemão. Minha mãe não falava alemão, mas sabia algumas palavras, porque morou alguns meses comigo na Alemanha. Ela não percebeu a confusão com os idiomas.

Na época, todos nós achamos o poema muito melancólico, lúgubre. Não compreendemos a sua realidade delicada e penosa!

Ela deve ter pensado e repensado muito o seu poema, naquelas horas em que se ensimesmava. Poucos dias mais tarde, ela ditou para o André (meu sobrinho) uma versão mais elaborada, de seu poema, então com o título de PÓDIO.

Musiquei este poeminha alguns meses depois de seu falecimento. A música, cantada pela Tetê, ficou assim...

Ouçam!


Para descarregar (fazer download), CLIQUE AQUI.

_____________________________________________ _____________________________________________  

Texto de Mary Monteiro Quites e música de A. Quites

Pódio
por Mary Monteiro Quites
(2004)

No pódio da minha vida 
 Três medalhas eu ganhei 
Affonso a quem tanto amei, 
Os filhos que desejei, 
Os netos que aqui deixei. 

Fui feliz! 

Obrigada, meu Deus! 
Sim, fui amada e muito amei. 
Aos que, com carinho, me cuidaram... 
... adeus!
______________________________________

Mary
por Almir Monteiro Quites 
(escrito no dia do falecimento da minha mãe) 


Tinhas apenas vinte e cinco aninhos 
quando, feliz, me “brotaste” na vida.
Juntos, seguimos por nossos caminhos, 
até o dia da tua partida. 

Expressaste um adeus em cada verso, 
com a arte da tua mocidade. 
 Então te desfizeste no universo, 
como perfume que deixa saudade! 

Apesar de que tudo passa enfim, 
hoje sinto que estás dentro de mim, 
pois, como filho, herdei a tua essência. 

Se consigo escrever com poesia, 
é porque tenho tua parceria, 
para assim abrandar a tua ausência.


==+==

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

COMPOSIÇÕES PELA PAZ

Músicas e letras de  Almir M. Quites

Músicas de minha autoria
Download mp3 grátis

1. The Amerian Way
Na voz de Ed Júnior e arranjo de Neto Fernandes

Estamos hoje (01/08/2014) diante de mais uma guerra no Oriente Médio. Israelenses e Palestinos vivem sob tensão. Cada lado tem fortes e convincentes razões, mas ambos estão errados.  Esta contradição decorre do trágico paradoxo da Guerra. 
Novamente cidades são bombardeadas. 
Quando, em 2003, os EUA bombardearam cidades  do Iraque, em especial Bagdá, na conhecida Guerra do Iraque, fiquei muito chocado e compus a canção abaixo, dirigindo-me diretamente aos irmãos norte-americanos. Esta música não foi divulgada até hoje.
Ouçam!
Para descarregar (fazer "download"), CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________  

Texto e música de A. Quites

Nós só queremos tolerância 
e um pouquinho de respeito. 
Cada povo com seu jeito, 
com pouco e sem ganância, 
feliz, com paz e com Lei. 

 Povo irmão preste atenção. 
Não se deixe enganar. 
Ser potência militar 
é vergonha, é baixeza 
ou é mania de grandeza. 

Grande covardia, 
bombardear cidades! 
O mundo todo se arrepia. 
Perplexidade! 
É crime contra a humanidade. 
É barbaridade! 

Mas se “The American Way” 
quiser se impor ao nosso jeito, 
as nações, unidas na Lei, 
com firmeza e com respeito 
vão dar lições de civilidade.

terça-feira, 29 de julho de 2014

MÚSICAS QUE ME FASCINAM




22/05/2014

O ANTOLÓGICO "IN THE MOOD"


Nasci em 1942. Durante toda a minha vida esta música, alegre, com um ritmo forte, que pode ser estimulande mas tem trechos de extrema suavidade foi imbatível. 

Vejam o desempenho dos dançarinos e constatem que os "street dancers" de hoje, mesmo os mais famosos, não são melhores que os daqueles tempos! 

Quem não lembra e quem não se emociona com aquele som formado por saxofones e trombones? 

Quem não lembra de IN THE MOOD ou MOONLIGHT SERENADE? 

A orquestra de Glenn Miller nasceu antes de mim. Gleen Miller faleceu em 1944, mas a sua orquestra continuou a gravar e a se apresentar com vários outros líderes.

Permanece ativa até os dias de hoje. 

Vejam, apreciem!


======
================================================

23/07/2014 



ABISMO DE ROSAS 

Jovens brasileiros têm migrado para outros países em busca de crescimento profissional. Nosso país tem se limitado a comprar tecnologia e arte produzida no exterior.  Eventos culturais esporádicos pouco têm que ver com desenvolvimento cultural, pois este depende de políticas públicas. Da mesma forma, fábricas de montagem não significam desenvolvimento tecnológico de ponta, muito menos ciência. 


Eventos culturais e fábricas são apenas expressão daquilo que foi criado. Se temos criado muito pouco, então quase nada temos a apresentar. Este descaso histórico com jovens de futuro promissor em ciências e artes é desperdício de talentos. A falta de incentivo aqui faz com que grande parte dos jovens que saem, para aprimorar seus conhecimentos em outros centros, lá permaneçam. No entanto, alguns retornam... 


Robson Miguel retornou! Ele é um dos principais violonistas do mundo.  Domina os mais variados estilos musicais, que vão desde os grandes clássicos e obras de famosos compositores como Bach, Chopin, Beethoven, Tárrega, Augustin Barrios, Leopoldo Weiss, aos contemporâneos de Villa Lobos, Tom Jobim, Beatles, Yes, Leed Zepelin, Airon Maiden, Joe Pass, passando ainda pela MPB e pelo Jazz. Atualmente Robson Miguel ocupa o "1º LUGAR NO RANKING MUNDIAL DE VIOLONISTAS", reconhecimento outorgado pelo Círculo Violonístico Europeu de Madrid - Espanha. 


Você o conhece? Provavelmente não! Isto é o resultado de nosso descaso. 


Então veja Robson Miguel tocando ABISMO DE ROSAS, de autoria de Américo Jacomino (12 de fevereiro de 1889 — 7 de setembro de 1928), conhecido por Canhoto. Arranjo de Dilermando Reis. 



======


11/01/2015 

LOUIS ARMSTRONG
What a wonderful world

Além de gravar uma das músicas mais lindas do século (“What A Wonderful World”), Louis Armstrong é um dos músicos mais influentes de todos os tempos. Seu vocal meio rouco e o arrojado trompete é tido como a verdadeira personificação do jazz.


Veja e escute

====









_________________________________________________ ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
 Para ouvir algumas músicas de minha autoria clique AQUI 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Para ver Raphael Rabello executando Tico Tico no Fubá, clique AQUI
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
 Para ver Baden Pawel em Prelúdio em Lá menor, AQUI
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Os diferentes sotaques do violão, AQUI.
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
ODE À ALEGRIA, de Beethoven clique AQUI 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Para ouvir execuções de Darcy Villa Verde no violão clique AQUI
Vale mais pela raridade do que pela qualidade. 
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Melodia dedicada ao amor, parte da obra Carmina Burana de Carl Orff. 

A propósito, foi Carl Orff o inventor de instrumentos pioneiros que possibilitaram a comunicação de crianças autistas com o mundo, de que resultou uma prática cientificamente recomendada até hoje. Os comunistas esquecem-se desse grande feito científico do compositor, quando o acusam de ter sido filiado ao partido nazista. Entretanto, eis o resultado do fanatismo, diante da tela Guernica de Picasso, negam-se a discutir o fato de que este pintor provou-se intelectualmente desonesto, até por ter sido subserviente a Stalin e ter se portado de forma infame, adulando os assassinos que formavam o corpo organizador dos congressos comunistas em Moscou. 

Clique AQUI
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Um coral de Você Pode Voar de Peter Pan (Let Go Fly de Mary Poppins).
Clique AQUI
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
AQUARELA DO BRASIL
Perpetuum Jazzile, grupo vocal da Eslovênia. Outubro de 2008
====
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Saudade!
======
 _________________________________________________

quarta-feira, 2 de julho de 2014

MÚSICAS PARA FLORIPA

Músicas e letras de Almir M. Quites

Aqui estão algumas músicas de minha autoria
Download mp3 grátis

1. Por Floripa
Na voz de Ed Júnior e arranjo de Neto Fernandes

A nossa cidade também é a nossa casa. É fundamental que nela exista convivência harmoniosa entre todas as pessoas, mesmo quando estão como motoristas, ciclistas ou pedestres. Sem respeito nesta convivência, nós adoecemos, tanto física como psicologicamente. Os sintomas deste adoecimento já estão evidentes em Floripa. Nossa cidade precisa de cuidados. Tudo começa e se mantém pela educação do povo. Povo educado respeita a cidade e seus cidadãos.

Para descarregar (fazer download), CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________


2. O Nome de Floripa

Canto de Ed Júnior e arranjo de Neto Fernandes

Floripa ou Florianópolis? Por que existe um movimento para mudar o nome da capital dos catarinenses? Entenda a história que contrapôs os catarinenses ao governo de Floriano Peixoto. Entenda as razões da violenta reação dos catarinenses ao governo João Figueiredo e as raízes do movimento conhecido como Novembrada.

Para descarregar (fazer download), CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________

Para ver o vídeo CLIQUE AQUI.
Para acessar a partitura (simplificada), clique aqui.


3. Voltando a Floripa

Na voz de Ed Júnior

Quando se volta à Floripa, de carro, e a cidade começa a se descortinar, sente-se uma sensação de pertinência, de alívio, ansiedade. É a saudade se mostrando.

Para descarregar (fazer download), CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________




4. Eclipse em Floripa
Voz de Ed Júnior e arranjo de Neto Fernandes

Na madrugada de 15/04/2014, eu e minha esposa acordamos às 4 horas da manhã só para andar por nosso quintal em lua de mel. A lua estava com cor de mel. Era eclipse em Floripa. Toda a paisagem noturna tinha mudado de tonalidade. Há cerca de dez anos atrás, durante outra eclipse lunar em Floripa, fiz o poema que, mais tarde, musiquei.


Para descarregar (fazer download)CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________

5. Cacupé ao poente

Voz de Ed Júnior e arranjo de Neto Fernandes



Banhada pelas águas calmas do canal da baía norte, o Cacupé é um recanto de Floripa composto por vários trechos de praias separados por formações graníticas e pequenos morros. A praia é moldada pelas tradições dos moradores nativos, que vivem da pesca artesanal e do cultivo de ostras. De Cacupé, pode-se ver a ponte Hercílio Luz, onde a ilha e o continente se dão as mãos. O por do sol de Cacupé é maravilhoso, devido aos reflexos rubro-dourados das águas da baia.


Para descarregar (fazer download), CLIQUE AQUI.
_____________________________________________ _____________________________________________